Buscar
  • Maria Eliza Castro

O “SEGREDO” NUMERO 1 PARA QUE UM CASAL POSSA RECUPERAR-SE DE UMA INFIDELIDADE

Atualizado: 26 de Ago de 2019


O “segredo” número 1 para que um casal possa curar-se de uma infidelidade é que a pessoa que foi infiel seja honesta, transparente, disponível para falar do assunto e demonstre remorso e compaixão pel@ parceir@ que sofreu a infidelidade. Em outras palavras, a disponibilidade daquele que foi infiel para nutrir e apoiar o/a parceir@ é o maior indicador sobre a capacidade do casal superar a crise gerada pela infidelidade.

A disponibilidade de quem foi infiel para falar sobre o assunto e reconhecer a dor causada no outro é o maior preditor de sucesso na recuperação de casais em que houve este tipo de quebra de confiança

Contudo, tratar um casal que atravessa uma crise de infidelidade é muito mais do que só curar a pessoa que foi traída. Isto é muito importante, mas o objetivo é TAMBEM recuperar o relacionamento do casal, e para isso, os dois precisam ser tratados de forma respeitosa e terem uma voz no processo.


E’ MUITO importante que a pessoa que foi traída NÃO seja abusiva em relação à pessoa que foi infiel. E’ normal sentir raiva, ressentimento, mágoa, porém estes sentimentos não são uma licença para comportamentos abusivos (ofensas, xingamentos, agressões morais, físicas e “torturas” psicológicas). Agir dessa forma deixa a outra pessoa pouco disponível para o processo e com medo de ser honesta sobre tudo o que ocorreu.


A seguir, descrevo comportamentos das pessoas que foram infiéis que aceleram o processo de cura e comportamentos que o deixam mais lento ou inviável.


Comportamentos da pessoa que foi infiel que aceleram a cura do casal após a infidelidade


1. Responsabilizar-se pelo que foi feito, não minimizando ou culpando o/a outr@. “Eu fiz isso. Eu sou responsável”. Não há nada pior do que ser machucad@ por alguém e esta pessoa não reconhecer isso

2. Terminar a relação extraconjugal e contato com a 3ª pessoa de forma definitiva e imediata

3. Dar suporte emocional para o parceiro que foi traído e, se necessário e solicitado, suporte físico também (abraço, carinho, acolhimento)

4. Ser pro-ativamente honest@ sobre o caso, sobre a 3ª pessoa, sobre os eventuais contatos com a 3ª pessoa após a descoberta caso, sobre se essa pessoa entrou em contato com el@ ou se se viram (ainda que sem querer). A transparência é absoluta e voluntária.

5. Ser capaz de sentir dor pelo que causou e demonstrar essa dor para quem sofreu a infidelidade, expressando níveis saudáveis de vergonha, remorso e culpa

6. Reconhecer que o/a parceir@ que sofreu a infidelidade tem o direito de sentir dor

7. Não reagir de forma defensiva às perguntas e inseguranças de quem sofreu a infidelidade


Comportamentos da pessoa que foi infiel que lentificam ou impedem a cura do casal após a infidelidade


1. Minimizar a dor que pessoa que foi traída está experimentando. “Você está louco, está exagerando, não é para tanto, já pedi desculpas”. Isto pode ser motivado por vergonha ou medo, mas faz o outro crer que você não se importa com a dor e não sente remorso pelo que foi feito

2. Focar na sua própria dor, preocupações e necessidades e não conseguir enxergar a dor causada n@ parceiro. Isto pode ocorrer em função de ressentimentos do passado em relação a quem foi traído, porém também passa para o/a parceir@ a mensagem de que el@ não é importante

3. Desconhecer como funciona o processo de cura após uma infidelidade. Por isso é importante procurar um/a terapeuta qualificado para tratar o casal, além de informar-se através de bibliografia adequada (pouco disponível no Brasil, infelizmente!)

4. Falta de conhecimento sobre o trauma provocado pela infidelidade. Em função disso, não entende que a instabilidade e obsessividade de quem foi traído em querer entender tudo o que aconteceu detalhadamente são normais e parte do processo

5. Manter o caso extraconjugal “vivo”, ou ainda comunicar-se com essa pessoa. Ou ainda, estar apaixonado por el@, mesmo que já não se comunique com essa pessoa.

6. Não ser honest@ sobre o caso extraconjugal, mentir, omitir fatos importante.

7. Evitar falar sobre a infidelidade, calar-se, ficar na defensiv@, não se conectar emocionalmente com o/a outr@.

8. Ter ressentimento em relação ao parceir@ que foi traído sobre algo que foi feito no passado por esta pessoa. Este ressentimento dificultará que o/a parceir@ que foi infiel esteja disponível para aquele que sofreu a infidelidade


Algumas vezes, a pessoa que foi infiel não consegue estar disponível para ajudar quem foi traído. Alguns motivos que podem explicar essa incapacidade são:


1. Não acredita que ser hones@ terá um impacto positivo na recuperação da relação

2. Tem medo de não ser capaz emocionalmente de atravessar este processo e fazer o que for necessário para reconstruir a relação

3. Acha que nada irá funcionar, que não é possível restaurar a relação. Acredita que ao final, vão acabar separando-se, então para quê esforçar-se. (E’ importante destacar que a maioria dos casais SIM se recupera, quando se dispõe a atravessar o processo com ajuda profissional e a fazer o que lhes é indicado!)

4. Não tem certeza se quer continuar com o/a parceir@

5. Ainda está envolvid@ emocionalmente com a 3ª pessoa

6. Não acredita que o/a parceir@ será capaz de perdoá-l@, porque no passado já houve situações em que o/a outro não foi capaz de perdoar.

7. Quer garantias de que o processo vai dar certo, antes mesmo do processo começar, para saber se vale a pena atravessá-lo.


A questão é que o processo sim irá melhorar a relação desde que os 2 trabalhem para isso, mas não há atalhos! E’ preciso acreditar no processo, ter compaixão um pelo outro e ser completamente honestos sobre o que aconteceu antes, durante e após a descoberta da infidelidade. Requer trabalho e disposição. Há momentos em que o cansaço exaure, mas se o desejo é estar juntos e bem, sim, é possível seguir adiante!


Baseado no podcast Healing broken Trust (Affairs, cheating, infidelity)

#infidelidade #WixBlog #recuperacaoinfidelidade #relacionamentos #terapiadecasalinfidelidade #terapiadecasalonline #traicao #traição #infiel

81 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo